25 de abril de 2016

Coisicas Artesanais - Série "Bandeirinhas do Divino" (parte I) - uma homenagem e uma canção...


A partir de hoje e pelas próximas semanas, aproveitando a iminência das festas do Divino Espírito Santo, postarei uma série (a qual darei o nome de "Bandeirinhas do Divino") onde vou expor algumas pecinhas que andei fazendo inspirada nestes festejos que acontecem em diversas cidades do nosso País.

A ideia inicial era postar essas pecinhas aos pares e, para facilitar a identificação (no caso de alguém querer comprar uma ou outra), decidi batizá-las com nomes de algumas cidades que festejam o Divino. Mas a primeira não. A primeira acabou se revelando uma homenagem (e, por isso, segue com um post só para ela).

Também não leva nome de cidade, mas de uma senhora querida, caixeira do Divino e Vodunsi da Casa das Minas (em São Luis - MA), que tive o prazer de conhecer e com quem tive um lindo e inesquecível "dedo de prosa" no ano de 2008 - Dona Maria Celeste.

Deixou saudade aquela dona linda, de olhar forte e sorriso acolhedor...

Coisicas Artesanais - Simone dos Santos - bandeirinha D. Maria Celeste
Bandeirinha Dona Maria Celeste

Atualizado em 29/04/2016 - Tem mas 'acabô'. A Maria 'arrematô'! A bandeirinha "Dona Maria Celeste" foi enfeitar a casa da Maria Luísa Tonácio, que fez o violão lindíssimo para a canção que se pode ouvir abaixo... :) 

~ - - ~

Coração, comoção e uma canção - Breve narrativa de um processo criativo (intuído)...


Eu já havia terminado de montar a primeira bandeirinha desta série e já havia decidido que ela levaria o nome de Dona Maria Celeste - e não mais de uma cidade. Mas não estava satisfeita com o resultado. Faltava algo ali. Fiquei uns dias "inspecionando" a peça, insatisfeita. Tentava compreender o que faltava... Aquela obra não representava o meu sentimento por D. Maria Celeste...

Sem chegar a uma conclusão e sem saber ao certo o que fazer, tomei a peça da minha estante e a pus de volta na mesa de trabalho, quase instintivamente. Comecei incluindo uns detalhes delicados... Pintei os "sulcos" da flor maior; reforcei o "tipo-satinê" rosado nas flores menores; apliquei nas bordas laterais um efeito de pátina azul (celeste!) e, a despeito da parcimônia e hesitação com que ia fazendo tudo isso, tomei então a iniciativa mais (digamos...) ousada: pintar um coraçãozinho no peito do pombo.

Coisicas Artesanais - Simone dos Santos - bandeirinha D. Maria Celeste
Bandeirinha Dona Maria Celeste

Foi nesse momento, pintando aquele coração, que fui sendo invadida por uma comoção boa, imensa e irresistível. A lembrança de Dona Maria Celeste se tornava cada vez mais acesa e viva! Era como se ela estivesse tão pertinho de mim, mas tão perto e... Tão linda! ... Acho que pintar aquele coraçãozito fez abrir o meu próprio para uma energia maior de bem-querer... Naquela hora senti uma vontade muito forte de cantar. A emoção que me tomava queria sair de dentro do peito em forma de canção. Deixei que saísse, então, e cantarolei aquele sentimento... à Dona Maria Celeste... 

O sentimento se mostrou canção. Gravei a melodia num aparelhinho mp3 (para não correr o risco de perdê-la na minha bagunçada memória musical), cheguei o quadrinho-bandeirinha prum canto da mesa e passei a escrever a letra naquele mesmo instante. Terminei todo esse processo muito emocionada... E só aí eu compreendi que, naquela peça que me deixara insatisfeita no começo, faltava o coração... Agora sim, a bandeirinha estava concluída e eu estava satisfeita. Porque, agora, todo meu carinho e gratidão estavam, finalmente, expressos ali.  

clique abaixo para ouvir a canção


À dona Maria Celeste
Música e letra: Simone dos Santos
Voz: Simone dos Santos
Violão: Maria Luísa Tonácio
Gravação e mixagem: Eduardo Lobo

Meus sinceros agradecimentos a duas pessoas que contribuíram para tornar esta homenagem concreta - para além dos limites do meu coração... A Maria Luísa Tonácio, que fez um lindo arranjo de violão emprestando sua delicadeza e sensibilidade para abraçar, em acordes e harmonia, minha homenagem-canção... E a Eduardo Lobo, que nos recebeu em sua casa e se dispôs a gravar e mixar este áudio com todo afinco e dedicação já conhecidos de outros tempos... Maria, Eduardo, a vocês minha terna e imensa gratidão!

Estou disponibilizando o áudio da canção em arquivo mp3 gratuitamente a quem tenha interesse. Basta entrar em contato e solicitar pelo e.mail coisicas.artesanais@sapo.pt


À dona Maria Celeste
(Simone dos Santos)

Tia Celeste, o calor do teu sorriso
e a beleza tão funda desse olhar
'faz' brotar todo amor, encanto e riso
pra nutrir corações no teu cantar.

Vai, Celeste, e segue o teu destino,
vai cantando entre estrelas e o luar
a louvar no infinito o Divino
pr'Ele sempre nos vir abençoar!

Tia Celeste, as 'fulô' do teu vestido
têm cheiro de jasmim e manacá...
Pés descalços na missa de domingo
e a doçura de sempre acreditar.
 
Vai, Celeste, e segue o teu destino,
vai cantando entre estrelas e o luar
a louvar no infinito o Divino
pr'Ele sempre nos vir abençoar!

Detalhe...

~ - - ~
 
Se você gostou dessa pecinha aqui do Coisicas Artesanais mas perdeu a oportunidade pra Maria Luísa (que foi ligeira no gatilho!), fique de olho, pois nas próximas semanas, pra celebrar o Divino, outras bandeirinhas passarão por aqui! Também, se quiser conhecer outras coisicas criadas por mim, clique ali do ladinho, em "Aqui tem mais Coisicas!" e conheça outras pecinhas ainda disponíveis.
...............................................................................................................................................................

17 de abril de 2016

Entrevista - Um bate-papo com o casal Marcos e Noeli


Quem acompanha este blog já deve ter lido a publicação que fiz a respeito do trabalho do Marcos e da Noeli, casal que tive o prazer de conhecer no Revelando São Paulo e a quem convidei pr'um bate-papo gostoso para poder publicar aqui no Coisicas Artesanais. Afinal, quando a gente se depara com um trabalho tão lindo como o deles, bate aquela curiosidade de conhecer um pouco mais as pessoas por trás da obra que tanto nos encanta, né não?

Coisicas Artesanais - Marcos, Noeli, onde vocês nasceram e em qual data?
Noeli - Nasci em 26/08/1964, em Santana de Parnaíba, São Paulo.
Marcos - E eu nasci em 08/10/1974, em Janiópolis, Paraná.

C.A. - Na infância, quais eram suas brincadeiras preferidas?
Noeli - Eu gostava de brincar de bate-lata, queimada, jogar taco, bolinhas de gude... Minhas bonecas eram feitas de espiga de milho.
Marcos - Eu gostava de brincar de pião, bolinha de gude, esconde-esconde, pega-pega... Quando criança, fazia meus próprios brinquedos, tipo bonecos com espuma de colchão. 

C.A. - Que legal, meninos! Quer dizer, então, que vocês dois criavam alguns dos seus próprios brinquedos! Noeli, minha mãe conta que também tinha na infância uma boneca feita de espiga de milho, que ela embalava num paninho, rs... Que coisa, né?  A infância é mesmo uma fase rica em criatividade... Bem, e nessa época vocês pensavam em "ser o quê" quando crescessem? 
Noeli - Eu queria ser cientista, rs...
Marcos - E eu queria ser desenhista ou arquiteto.

C.A. - Em que momento vocês se depararam com a arte na vida de vocês? Houve alguma pessoa que os influenciou, de algum modo, por estes caminhos?
Marcos - Desde minha infância eu gostava de desenhar. Minha mãe era costureira e meu irmão desenhava...
Noeli - E eu sempre gostei de artes, adorava desenhar também. Minha influência veio do Marcos.

C.A. - Marcos, quando você descobriu que gostava de esculpir em madeira? Como isso surgiu na tua vida? Você menciona aqui tua mãe e teu irmão... A gente pode dizer que ela, costurando, e ele, desenhando, influenciaram o teu gosto pelo fazer artístico manual?
Marcos - Sim, com certeza... A coisa da madeira veio em 2002. Eu trabalhava no controle de qualidade em uma metalúrgica. Uma vez, na hora do almoço peguei um pedaço de madeira e uma faquinha e comecei a cortar e fiz um índio. Aí tudo começou.

C.A. - E você, Noeli? Como aconteceu isso de passar a agregar o teu trabalho ao trabalho do Marcos? Você cuida do acabamento das peças que ele esculpe, certo?
Noeli - Sim... Trabalhávamos na mesma empresa. Eu era auxiliar contábil e comecei a fazer pulseiras e terços de cristal. Quando começaram a se interessar pelas peças do Marcos não tínhamos como pagar alguém para ajudar, então eu comecei a dar acabamento nas peças.

C.A. - Humm... Meninos, eu aqui "me coçando" pra fazer uma perguntinha meio indiscreta, ao maior estilo descarado desses programas de celebridades, rsrs... Como vocês se apaixonaram? Quem "fisgou" o coração de quem? =)
Marcos - rs...
Noeli - Parece mentira mas não é, rsrs... Trabalhávamos em uma metalúrgica, eu no escritório, ele na produção... Nos olhamos e alguma coisa aconteceu... rsrs.

C.A. - Que bacana! Eu diria que vocês se reconheceram! ;) Ok! Agora... voltando ao nosso tema - que é artesanato, rs... Quando foi que se deram conta de que essa parceria era o caminho para concretizar o desejo artístico de vocês e que poderiam transformar essas inspirações criativas em trabalho?
Noeli - Começamos a mostrar nosso trabalho para amigos, que nos incentivaram a mostrar para lojas, começando assim a ter muitos pedidos! 

C.A. - E como foi no começo?
Noeli - Foi difícil, pois não tínhamos noção de preço e nem dinheiro para comprar ferramentas e madeira. O Marcos começou a fazer suas facas com serras quebradas e pegávamos pedaços de madeira caídos na mata ou restos de construção... 

C.A. - E hoje? Se sentem realizados com o trabalho de vocês?
Marcos - Realizados e muito! 
Noeli - Estamos cada vez mais apaixonados pelo nosso trabalho!

Coisicas Artesanais - entrevista com Marcos e Noeli
Marcos e Noeli em momentos de criação - fotos gentilmente cedidas por Noeli


Que bom, meninos! Me sinto muitíssimo grata por esse bate-papo aqui no Coisicas Artesanais e por nos propiciarem conhecer um pouquinho da história de vocês e de como encontraram a arte (e se encontraram!) no meio do caminho. Que esse caminho continue repleto de belas inspirações e que essa parceria na vida e na arte seja sempre abençoada, porque o trabalho de vocês é lindo demais e vocês merecem tudo de melhor!

Quem quiser conhecer mais um pouquinho do trabalho de Marcos e Noeli, basta acessar a lojinha deles aqui.

E se você ainda não leu o post que fiz sobre o trabalho deles, dá uma olhadinha aqui ó!

...............................................................................................................................................................

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...